Última hora
This content is not available in your region

Presidente norte-americano promete vingança

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Presidente norte-americano promete vingança
Direitos de autor  Evan Vucci/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Dois ataques suicidas ocorridos na quinta-feira no exterior do aeroporto em Cabul mataram pelo menos 60 pessoas, incluindo 13 militares norte-americanos.

O ataque ocorreu entre as multidões que procuram abandonar o país após a tomada de poder pelos radicais islâmicos.

O grupo radical Estado Islâmico reivindicou a autoria dos ataques que ocorrem a poucos dias do final do prazo para a retirada norte-americana do Afeganistão.

Falando a partir de Washington, o presidente Joe Biden prometeu vingança e a continuação da retirada.

"Para aqueles que levaram a cabo este ataque, assim como todos aqueles que desejam mal à América, quero que saibam que não vamos perdoar; não vamos esquecer. Vamos procurar-vos e fazer-vos pagar. Não vamos ser impedidos por terroristas. Não os vamos deixar interromper a nossa missão. Vamos continuar a retirada", disse o presidente Joe Biden.

Os EUA estimam que cerca de um milhar de cidadãos americanos ainda permanecem no país.

No exterior do aeroporto, muitos esperam ainda conseguir abandonar o Afeganistão antes do final do mês.

Para além de 60 mortos, o ataque provocou mais de 150 feridos.