Última hora
This content is not available in your region

Papa quer Europa livre de ideologias

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Papa encerrou 52° Congresso Eucarístico Internacional
Papa encerrou 52° Congresso Eucarístico Internacional   -   Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco quer uma Europa livre de ideologias e uma Hungria mais aberta.

Numa visita relâmpago a Budapeste, o Sumo Pontífice da Igreja Católica teve um encontro breve, no domingo de manhã, com o presidente do país, Janos Ader, e também com o primeiro-ministro, Viktor Orbán, que vem defendendo uma política anti-imigração.

O Papa seguiu, depois para a Praça dos Heróis, na capital húngara, onde celebrou a missa de encerramento do 52° Congresso Eucarístico Internacional.

Durante a homilia, Francisco usou a imagem da cruz para sublinhar que a fé católica não exclui uma atitude acolhedora.

"Que a cruz seja a vossa ponte entre o passado e o futuro. O sentimento religioso tem sido a força vital desta nação, tão apegada às suas raízes. Contudo, a cruz, plantada no chão, não só nos convida a estar bem enraizados, como também levanta e estende os seus braços para todos".
Papa Francisco

Pouco depois, o Papa seguiu viagem até à Eslováquia, onde ficará três dias em visita de Estado.

Em Bratislava, Francisco encontrou-se com os membros do Conselho Ecuménico Eslovaco e pediu-lhes mais esforços para uma "Europa Livre de ideologias". O Sumo Pontífice lembrou-lhes "os anos de perseguição ateísta, quando não havia liberdade religiosa ou esta era duramente testada".

Durante a visita à Eslováquia, Francisco será recebido pelos líderes do país e terá, ainda, encontros com sobreviventes do Holocausto e membros da comunidade cigana.