This content is not available in your region

Afeganistão em debate no Parlamento Europeu

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
Afeganistão em debate no Parlamento Europeu
Direitos de autor  Julien Warnand/AP

Os Eurodeputados discutiram os desafios humanitários e de segurança no Afeganistão, num debate, no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

O Alto Representante da União Europeia para a Política Externa, Josep Borrell, disse que o bloco está pronto para dar início a conversações com os Talibãs - mas mediante condições.

Os preços dos alimentos estão a subir. O sistema financeiro está em queda livre. A Comissão Europeia decidiu multiplicar por 4 a nossa ajuda, de 50 para 200 milhões de euros - 4 vezes mais, mas ainda é uma gota de água no oceano. Para termos alguma hipótese de influenciar os acontecimentos, não temos outra opção senão envolvermo-nos com os talibãs. Envolvimento não significa reconhecimento. Não. Significa falar, discutir e concordar - quando possível.
JOSEP BORRELL
Chefe da diplomacia europeia

A União Europeia está empenhada em ajudar a população afegã e a deslocar cidadãos que desejem partir, mas para isso tem de lidar com os Talibãs.

A necessidade de dar apoio a pessoas desprotegidas, as questões de segurança depois da tomada do poder pelos Talibãs e as futuras relações com as novas autoridades afegãs também são uma prioridade.