Última hora
This content is not available in your region

Filme "Bigger Than Us" exibido no Instituto Lumière em Lyon

euronews_icons_loading
Filme "Bigger Than Us" exibido no Instituto Lumière em Lyon
Direitos de autor  euronews
De  Frédéric Ponsard
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de ter sido exibido no último Festival de Cannes na seleção efémera "Cinema para o Clima", "Bigger Than Us" foi exibido numa antestreia excecional no Instituto Lumière em Lyon. O filme foi escrito e realizado por Flore Vasseur, escritora e jornalista, e produzido por Marion Cotillard, há muito empenhada em causas ambientais e sociais.

"Bigger Than Us" é uma digressão mundial em sete retratos de jovens homens e mulheres, que lutam por um futuro melhor, apesar dos incontáveis obstáculos: uma grande preocupação para a atriz que contou à Euronews as suas motivações para apoiar um filme deste tipo.

Flore Vasseur tem uma longa história como ativista e realizadora de documentários, incluindo um filme sobre Edward Snowden. Mas são também as questões do seu jovem filho e a descoberta de Mélati que, ainda criança, foi lutar contra a invasão de sacos de plástico nas praias idílicas da ilha de Bali.

Sempre me interessei pelo ativismo dos adultos, mas nunca pelo que significa para as crianças, e para aquela geração. E assim, o primeiro motor é uma resposta para o meu filho, o que me leva imediatamente em 24 horas ao trilho de Melati, que descubro em 2016, aos 16 anos, ela já está a agir há 4 anos, completamente sobrecarregada, não está longe de um esgotamento, e digo a mim mesma que se eu quiser que ela se aguente, ela tem de se ligar a pessoas como ela.
Flore Vasseur
realizadora

Melati servirá como fio condutor do espetador, para uma viagem à volta do planeta. O patriarcado, o capitalismo, a supremacia branca aparecem como os flagelos mais difundidos e portadores dos mais profundos males. E as iniciativas dos jovens não são atos isolados, existe uma verdadeira consciência geracional. E, muitas vezes, observa a realizadora, são as mulheres que estão na linha da frente.

Não pensei em homens ou mulheres, pensei em quem é corajoso nestes movimentos, na ecologia, na educação das raparigas, claro, na liberdade de expressão, etc. Há muitas mulheres nestes movimentos. Há muitas mulheres na linha da frente.
Flore VASSEUR
Realizadora

Fala-se de uma irmandade entre Flore Vasseur e Marion Cotillard, Mas para a atriz, não se trata de se opor a homens e mulheres, mas de reconhecer lutas legítimas.

Ela é uma mulher, obviamente existe uma ligação à vida, mas existe também esta ligação à subordinação, e o que a subordinação das mulheres neste mundo lhes dá, cria a necessidade de se levantarem, de se defenderem, de lutarem, e de exigirem justiça.
MARION COTILLARD
atriz

Um filme de causas que vai encerrar o próximo Festival Internacional de Cinema de San Sebastian. O filme estreia em toda a Europa no outono.