Última hora
This content is not available in your region

Pescadores franceses em protesto

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Pescadores franceses em protesto
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pescadores manifestaram-se, este domingo, na praia de Armanville, no norte de França, em protesto contra as condições impostas após o Brexit pelas autoridades do Reino Unido e da ilha anglo-normanda de Jersey.

No dia 30 de setembro, caducam as atuais licenças. Depois dessa data, para poderem pescar naquelas águas, os barcos franceses têm de provar que têm um historial de operar legalmente nas águas de Jersey entre 2017 e 2020.

"É inaceitável! Pede-se aos pescadores que provem que conhecem as pistas GPS. As pessoas de Jersey conhecem os barcos que costumam pescar nestas águas. Mas estamos a pedir-lhes que produzam documentos em papel. Hoje, temos realmente a sensação de que as autoridades de Jersey e inglesas não estão dispostas a restaurar esta serenidade e a possibilidade de exercerem a sua profissão", afirma o deputado do 2º círculo eleitoral de La Manche, Bertrand Sorre.

As comissões regionais de pesca da Normandia e da Bretanha defendem que estas novas exigências e limitações não estão previstas no Acordo de Comércio pós-Brexit assinado pela União Europeia e o Reino Unido em dezembro. Sublinham, ainda, que todas as alterações técnicas devem ser comunicadas com antecedência.

As negociações sobre os direitos de pesca ao abrigo do Acordo estão a decorrer, após um novo atraso de três meses em julho.

Atualmente, de acordo com as novas regras, penas 48 navios de pesca gauleses, com mais de 12 metros terão licença para pescar nas águas de Jersey.