Morreu o "mentor" do genocídio do Ruanda

Morreu o "mentor" do genocídio do Ruanda
Direitos de autor CUKHDEV CHHATBAR/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Théoneste Bagosora tinha 80 anos e cumpria pena de 35 anos de prisão

PUBLICIDADE

Morreu Théoneste Bagosora, o mentor do genocídio que ocorreu no Ruanda em 1994.

Bagosora tinha 80 anos e faleceu num hospital de Bamaco no Mali, onde cumpria uma pena de 35 anos de prisão.

A notícia foi confirmada pelo filho do militar, Achille Bagosora.

Théoneste Bagosora foi condenado pelo Tribunal Penal Internacional para o Ruanda, em 2008, pelo seu papel no massacre de cerca de 800 mil Tutsis e Hutus moderados em cerca de 100 dias, um dos piores massacres da história recente.

O genocídio teve início a 7 de abril de 1994, um dia após o assassinato do presidente Juvenal Habyarimana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Saúde e conflitos foram tema da 37ª Cimeira da União Africana - e Durão Barroso um dos convidados

UE apresenta na Mauritânia pacote de luta contra a migração ilegal

Meloni quer travar imigração ilegal melhorando condições de vida em África