Última hora
This content is not available in your region

Ucrânia homenageia vítimas de Babi Yar

Access to the comments Comentários
De  euronews com EFE
euronews_icons_loading
Volodymyr Zelenskyy colocou uma coroa de flores no monumento dedicado às vítimas
Volodymyr Zelenskyy colocou uma coroa de flores no monumento dedicado às vítimas   -   Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia lembrou as vítimas do massacre de Babi Yar.

Há 80 anos, durante a II Guerra Mundial, o exército nazi massacrou cerca de 34 mil judeus nos arredores de Kiev.

Esta terça-feira, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, colocou uma coroa de flores no monumento dedicado às vítimas e as escolas do país incluíram no programa uma aula sobre a tragédia de Babi Yar.

O primeiro dos massacres teve lugar entre 29 e 30 de setembro de 1941, quando quase 34.000 judeus ucranianos foram fuzilados no que é considerado um dos maiores assassinatos do Holocausto numa única operação. Einsatzgruppen - esquadrões da morte compostos por membros das SS - conduziram crianças, mulheres e homens indiscriminadamente para a beira do barranco, onde foram sistematicamente executados, caindo os seus corpos nus numa enorme e anónima vala comum.

Estima-se que em 1943 mais de 100.000 cidadãos foram vítimas de limpeza étnica em Babi Yar, a maioria deles judeus, bem como ciganos, prisioneiros de guerra soviéticos, comunistas, nacionalistas ucranianos e outros inimigos da Alemanha de Hitler.