Última hora
This content is not available in your region

Prémio Carlos Magno entregue ao presidente romeno

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com EVN
euronews_icons_loading
Prémio Carlos Magno entregue ao presidente romeno
Direitos de autor  EV - Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Decorreu, este sábado, em Aachen, na Alemanha, a cerimónia de entrega do prémio Carlos Magno ao presidente da Roménia. Uma distinção que lhe foi atribuída por fazer da Roménia, país que viveu uma "ditadura brutal", um lar de valores europeus no leste da Europa, como esclareceu o júri.

O presidente do Conselho Europeu afirmou que Klaus Iohannis é o homem que se destaca, entre os dos países do leste da União Europeia, por incorporar os valores europeus comuns. Charles Michel afirmou que ele o faz com "enorme dedicação e sucesso", acrescentando que se empenha numa política pró-europeia e, por isso, "reforçou a União Europeia". Um prémio que tem como objetivo encorajá-lo a continuar, "resolutamente", no "caminho europeu" e que Klaus Iohannis recebeu com apreço.

Para o chefe de Estado romeno este galardão tem um significado "extraordinário também para os cidadãos da Roménia, que hoje são também cidadãos da União Europeia", como o próprio frisou, acrescentando que os "valores e princípios da Democracia e da unidade europeia se baseiam na união".

Na sua página de Twitter lê-se que este prémio "tem um significado especial para a Roménia e para os cidadãos romenos, que lutaram para fazerem parte do projecto europeu e que acreditam com convicção nos seus valores".

A cerimónia de entrega tinha sido adiada várias vezes devido à pandemia de COVID-19.

Klaus Iohannis tem tentado lutar contra a corrupção no seu país iniciou essa missão enquanto presidente da câmara da cidade de Sibiu, cargo que ocupou durante 14 anos. Atualmente, está no seu segundo mandato presidencial.