EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Venezuela reabre fronteiras com a Colômbia

venezuela border
venezuela border Direitos de autor Ivan Valencia/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Ivan Valencia/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Venezuela reabriu as fronteiras com a Colômbia e o presidente, Nicolás Maduro, pediu aos colombianos que invistam no seu país

PUBLICIDADE

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, deu finalmente luz verde à abertura da fronteira com a Colômbia e pediu aos colombianos que voltem a investir na Venezuela.

Mas nem por isso a passagem ficou completamente livre. Há restrições sanitárias para os venezuelanos, como referem duas mulheres:

"Somente nos casos de estudantes ou consultas médicas, de resto, não se pode passar", diz uma.

"Deveria haver livre-trânsito para os cidadãos dos dois países, sem preferência para ninguém", defende outra.

Os que querem passar para o lado colombiano, mas não cumprem os requisitos legais continuam a recorrer às passagens permeáveis através do rio, ilegais e controladas por grupos armados e, por isso, bastante perigosas.

O diretor geral das Migrações da Colômbia, Juan Francisco Espinosa, diz que estão a ser feitos todos os esforços para que brevemente a passagem se faça sem riscos tanto para os veículos como para os peões.

"As pessoas arriscam a vida, arriscam a sua integridade, por isso temos de concentrar-nos na criação de passagens formais e seguras", afirma.

Os comerciantes de fronteira esperam o retorno à normalidade o mais brevemente possível, após seis anos de bloqueio de passagem imposto por Caracas.

A fronteira foi encerrada a veículos em agosto de 2015, por ordem de Caracas e a circulação de pessoas foi suspensa em 2019, com a rutura das relações entre os dois países, depois de o líder da oposição, Juan Guaidó, ter tentado fazer entrar na Venezuela uma caravana de ajuda humanitária.

Agora, Maduro diz que se devem deixar de lado as diferenças ideológicas entre os países quando se trata de economia e que "deseja" que o governo de Ivan Duque o "entenda".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo

Mega-operação para retomar controlo de prisão

"Diabos" saem às ruas na Venezuela