This content is not available in your region

Título mundial do WRC adiado para Itália

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Thierry Neuville reforçou a terceira posição no Mundial de pilotos do WRC
Thierry Neuville reforçou a terceira posição no Mundial de pilotos do WRC   -   Direitos de autor  Pau BARRENA / AFP

Thierry Neuville venceu este fim de semana o Rali de Espanha, penúltima prova do Campeonato Mundial de Ralis, o WRC.

O triunfo do belga, da Hyundai, ajudou a adiar para a derradeira etapa a decisão do título de campeão, mas foi sobretudo o segundo lugar de Elfyn Evans, o principal perseguidor do líder, Sébastien Ogier, que terminou em quarto, que deixou a decisão em aberto por 17 pontos.

Para Neuville, este foi apenas o segundo triunfo da época. Ainda assim, o belga segue em terceiro na geral, 28 pontos atrás de Elfyn Evans.

Ao volante de um Toyota, o britânico, vencedor este ano do Rali de Portugal, terminou este rali na segunda posição e conseguiu recuperar mais sete pontos Ogier, os mesmos que o líder precisava de ganhar ao perseguido para arrumar já com a decisão em Espanha.

A fechar o pódio neste rali de Espanha ficou o anfitrião Dani Sordo. O espanhol dominou as quatro especiais deste domingo e empurrou Ogier para a quarta posição neste rali. Sordo é o oitavo na tabela geral dos pilotos no mundial.

Sébastien Ogier tem, ainda assim, o oitavo título do WRC nas mãos e basta-lhe defender, em Itália, na última prova, a larga vantagem que ainda mantém sobre Evans, sabendo que o britânico tem a possibilidade de somar 25 pontos pelo triunfo em Monza e mais cinco pontos de bónus possíveis.

Em aberto para Itália, segue também o título de construtores. Um duelo entre a Toyota e a Hyundai, com vantagem para já para a japonesa.

O Rali de Itália vai decorrer entre 19 e 21 de novembro.

Outras fontes • WRC