Observadores internacionais criticam presidenciais no Uzbequistão

Observadores internacionais criticam presidenciais no Uzbequistão
Direitos de autor AP/AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, foi reeleito. De acordo com os resultados preliminares, obteve 80% dos votos. A participação dos eleitores rondou os 80%. Os resultados oficiais devem ser anunciados antes do próximo dia 31.

PUBLICIDADE

O presidente do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, foi reeleito. De acordo com os resultados preliminares, obteve 80% dos votos. A participação dos eleitores rondou os 80%. Os resultados oficiais devem ser anunciados antes do próximo dia 31.

Mirziyoyev é acusado de ter afastado qualquer oposição real do ato eleitoral, como salientou a missão de observação internacional liderada pela Organização para a Segurança e Cooperação na Europa. 

“A exclusão de dois partidos da oposição do processo de registo e a falta de competição eleitoral genuína, bem como o alto número de irregularidades que vimos no dia das eleições continuam a ser obstáculos substanciais no caminho do processo de democratização e precisam de atenção imediata”, frisou Heidi Hautala, chefe da delegação do Parlamento Europeu. 

Mirziyoyev sucedeu a Islam Karimov há cinco anos. Nas eleições de domingo, Mirziyoyev enfrentou quatro candidatos considerados "fantoches" e que não o criticaram durante a campanha.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Partido Popular espanhol vence eleições na Galiza com maioria absoluta

Sondagem exclusiva Euronews/SOL: AD na frente com 30% e direita com maioria

Tribunal da Relação condena Sarkozy a um ano de prisão, com seis meses de pena efetiva