EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Roménia e Bulgária enfrentam nova vaga da Covid-19

 Roménia e Bulgária enfrentam nova vaga da Covid-19
Direitos de autor Andreea Alexandru/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Andreea Alexandru/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Roménia e Bulgária têm a pior taxa de vacinação contra a Covid-19 da União Europeia e enfrentam forte escalada de novos casos

PUBLICIDADE

A Roménia volta a impor restrições para conter a nova vaga da Covid-19. Com menos de 30% da população do país imunizada, o Governo de Bucareste impôs o recolhimento obrigatório durante a noite aos não vacinados. Para circularem entre as 22 horas e as cinco da manhã do dia seguinte, os romenos têm de apresentar o certificado de vacinação.

Na vizinha Bulgária, a crise adensa-se. Com apenas 24% da população totalmente imunizada, o país apresenta uma das mais altas taxas de mortalidade por Covid-19 do mundo. O sistema de saúde está a atingir o limite. O Governo está a negociar com outros países da União Europeia o envio de pacientes para o exterior. Estima-se que entre 10 a 15 dias o país tenha entre cinco mil a nove mil novos casos diários.

Mas nem tudo são más notícias. A Agência Europeia de Medicamentos anunciou a revisão contínua de um medicamento oral do laboratório norte-americano Merck que pretende tratar o novo coronavírus em adultos.

Segundo estudos feitos nos Estados Unidos, o medicamento reduz para metade o risco de hospitalização e morte, quando tomado poucos dias após um teste positivo.

Entretanto, a China, onde o vírus apareceu em 2019, está a expandir a campanha de vacinação e mantém uma política de tolerância zero em relação à Covid-19.

Várias regiões do país voltam a adotar medidas de prevenção para conter pequenos surtos da doença. Os chineses estão a ser aconselhados a permanecer em casa, nas áreas afetadas e foram proibidas as viagens inter-regionais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Festival das Tulipas na Roménia, uma tradição com mais de meio século

Mansão do rei Carlos III na Roménia reabriu ao público

Partidos de direita da Roménia juntam esforços para campanha às europeias