This content is not available in your region

Confinamento para não vacinados na Áustria

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Homem a ser vacinado em Viena, Áustria
Homem a ser vacinado em Viena, Áustria   -   Direitos de autor  Lisa Leutner/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

Na Áustria, começa esta segunda-feira o confinamentopara quem não tem a vacinação completa contra a covid-19. O país, que atualmente regista números máximos de infeções diárias, tem cerca de 65% da população totalmente vacinada, uma das taxas mais baixas da Europa Ocidental.

O chanceler austríaco sublinhou as dificuldades para travar a quarta vaga da pandemia e lembrou que apesar da “incidência em pessoas vacinadas estar felizmente a diminuir, está a aumentar exponencialmente para os não vacinados”. “Atualmente, a incidência para os não vacinados na faixa etária 18-59 anos é superior a 1700", revelou Alexander Schallenberg.

Com as novas regras, e para já durante os próximos dez dias, quem não estiver vacinado ou não tiver a prova de que recuperou da doença só pode sair de casa para comprar bens de primeira necessidade, para trabalhar, ou por motivos de saúde. O regulamento aplica-se a pessoas a partir dos doze anos.

Com uma taxa de vacinação de cerca de 68% , a vizinha Alemanha também reforça as restrições contra a covid-19. Na capital, só as pessoas vacinadas e recuperadas podem entrar em restaurantes, museus, teatros, ginásios ou cabeleireiros. As medidas poderão, em breve, ser reforçadas noutros estados do país que atingiu neste domingo um novo pico de infeções, com mais de 33 mil e 400 casos positivos em 24 horas.