This content is not available in your region

Europeus nas ruas contras as novas medidas anti Covid-19

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Europeus nas ruas contras as novas medidas anti Covid-19
Direitos de autor  AP Photo

Milhares de pessoas manifestaram-se este sábado no centro de Amesterdão contras as novas medidas sanitárias decretadas pelo governo holandês.

O protesto teve lugar após os confrontos entre a polícia e manifestantes ocorridos na sexta-feira à noite no centro de Roterdão.

Sete feridos foi o balanço dos confrontos ocorridos.

O presidente da câmara de Roterdão descreveu os eventos como "uma orgia de violência".

Milhares de pessoas desceram igualmente às ruas este sábado na capital da Áustria, Viena, para protestarem contra o confinamento decretado pelo governo e com início previsto na segunda-feira.

O protesto foi organizado pelo partido de extrema-direita, Partido da Liberdade.

"Tenho receio da obrigação de vacinação das crianças que não fazem parte da população de risco da Covid-19, eu não nego a Covid-19, não sou membro do partido de extrema-direita. Sou um Austríaco livre que quer viver em liberdade neste país", afirmou Martin Hanko, um psicólogo clínico que participou nos protestos.

A capital italiana, Roma, foi igualmente palco de protestos.

Cerca de três mil pessoas insurgiram-se contra o certificado Covid que é necessário para ter acesso a locais públicos, de trabalho assim como para viajar.

Igualmente, na capital croata, Zagreb, milhares de pessoas protestaram contra a vacinação assim como o que afirmam tratar-se de restrições às liberdades individuais.