This content is not available in your region

Novo primeiro-ministro da Chéquia empossado

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AP, AFP
euronews_icons_loading
Novo primeiro-ministro da Chéquia empossado
Direitos de autor  AP Photo

O conservador Petr Fiala foi empossado como novo primeiro-ministro da Chéquia. Uma cerimónia insólita, na residência presidencial já que o chefe de Estado, Milos Zeman, apareceu através de um vidro porque testou positivo ao mais recente coronavírus, na semana passada, e está em isolamento.

No seu discurso Fiala prometeu fazer "tudo para que este governo seja (...) de mudança para o futuro", alterações que, afirmou, levem o "país a ultrapassar a difícil situação atual", mas que faça, também, "as mudanças necessárias para que o futuro dos (...) cidadãos e dos seus filhos seja bom".

Fiala, um antigo professor de ciência política e ex-ministro da Educação, tem 57 anos e é o líder de uma coligação composta por cinco partidos que se uniram para governar o país.

O partido de Andrej Babis, o ainda primeiro-ministro, sofreu uma pesada derrota nas eleições legislativas, que já era anunciada pelo descontentamento nas ruas expressa em manifestações, o que permitiu à oposição negociar este novo acordo.