Internamento de Miloš Zeman deixa Chéquia mergulhada na incerteza

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
Internamento de Miloš Zeman deixa Chéquia mergulhada na incerteza
Direitos de autor  Petr David Josek/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

A Chéquia está mergulhada na incerteza depois das legislativas terem terminado com menos de um ponto percentual a separar as duas principais forças políticas, e o cenário piorou consideravelmente este domingo depois do Presidente, Miloš Zeman, ter sido hospitalizado.

Apesar de não ter sido revelado o diagnóstico, foi anunciado que Zeman tinha sido transportado para a Unidade de Cuidados Intensivos. A comunicação social local indica que o Presidente checo sofria há algum tempo de problemas no fígado.

O internamento surge numa altura em que o futuro do país está nas suas mãos, uma vez que lhe cabe a missão de designar um partido para formar governo. A vitória nas urnas sorriu à coligação Juntos, liderada por Petr Fiala, mas Zeman já tinha indicado que iria nomear o partido mais votado, e não a coligação, o que dá ainda algumas esperanças a Andrej Babiš, seu velho aliado tangencialmente derrotado nas urnas.

O ainda primeiro-ministro foi o único líder partidário que se conseguiu reunir com o Presidente antes dos seus problemas de saúde terem aumentado ainda mais a incerteza que se vive no país. E se o futuro dos checos está nas mãos de Zeman, o futuro de Zeman está nas mãos das equipas médicas do hospital militar de Praga.