EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Países Baixos com confinamento até 14 de janeiro

Países Baixos com confinamento até 14 de janeiro
Direitos de autor /Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor /Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeiro-Ministro holandês diz que decisão era "inevitável"

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro dos Países Baixos confirmou os receios dos holandeses e disse que a partir deste domingo, e durante o Natal e o Ano Novo, o país vai voltar ao confinamento. 

Para Mark Rutte, esta foi uma decisão "inevitável" tendo em conta a quinta vaga da pandemia e a variante Omicron.

Todo o comércio não essencial, restauração, cinemas, museus e teatros fecham as portas até 14 de janeiro. Os alunos vão ficar em casa até, pelo menos, 9 de janeiro.

Reino Unido

No Reino Unido foram identificados mais de 10 mil novos casos da nova variante do coronavírus e mais de 90 mil novos casos de infeção pelo segundo dia consecutivo. O presidente da câmara de Londres diz estar "muito preocupado" com o aumento de casos com a variante Omicron e pediu às pessoas para aderirem à vacinação. Sadiq Khan sublinhou o aumento de internados nos hospitais e as ausências de pessoal nos serviços de saúde, e decidiu declarar na capital o “estado de incidente grave”.

Este sábado, centenas de pessoas esperaram em filas na estação do comboio que faz a ligação entre Londres e Paris. A partir de hoje, os cidadãos britânicos só podem entrar em França por razões essenciais e têm de apresentar um teste negativo e fazer quarentena à chegada.

Áustria

A par das novas restrições e dos apelos à vacinação, continuam os protestos na Europa. Em Viena, milhares de pessoas saíram às ruas em protesto contra os certificados sanitários e confinamentos para os não vacinados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo dos Países Baixos toma posse

Covid-19 deixou migrantes em situação de maior vulnerabilidade

Mais um fim de ano assombrado pela Covid-19