This content is not available in your region

Cheias na Bahia mataram 24 pessoas

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Cheias na Bahia mataram 24 pessoas
Direitos de autor  Raphael Muller/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

A proteção civil do estado da Bahia, no Brasil, aumentou para 24 o número de vítimas mortais das cheias que afetaram várias regiões e fizeram também mais de 54 mil desalojados. Mais de 130 cidades deste estado do nordeste brasileiro decretaram a situação de emergência. Uma situação desesperante para muitos a quem as cheias tiraram o pouco que tinham.

A cidades como Ubaira, onde segundo a Polícia militar local mais de duas mil pessoas ficaram sem casa, chegam donativos para ajudar aqueles que ficaram mais fragilizados.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, promete um trabalho conjunto entre o governo federal, as autoridades do Estado, a Proteção Civil e os municípios para realojar e reconstruir. No entanto, o governo do presidente Jair Bolsonaro está debaixo de fogo por ter recusado a ajuda oferecida pela Argentina.

Maria Sónia Oliveira Santos, residente na cidade de Itapetinga, lamenta-se: "Tudo eu perdi, mas o importante é a minha vida e a vida dos meus netos e filhos que eu não perdi, o material a gente consegue de novo. Foi muito sufoco para a gente".

Estas são as maiores cheias na Bahia em mais de 30 anos e dezembro de 2021 é considerado o mês mais chuvoso dos últimos 15 anos. As chuvas torrenciais e inundações começaram no início do mês, mas atingiram grandes proporções nos últimos dias,