Residentes de Kiev defendem NATO e EUA

Residentes de Kiev defendem NATO e EUA
Direitos de autor Diritti d'autore: AP Photo/Andriy Andriyenko
Direitos de autor Diritti d'autore: AP Photo/Andriy Andriyenko
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ucranianos de Kiev consideram Rússia como "inimigo" que deve ser "posto no seu lugar"

PUBLICIDADE

Enquanto em Genebra decorria a maratona diplomática entre Washington e Moscovo, na capital da Ucrânia, Kiev, muitos residentes defendiam, sem surpresa, uma maior aproximação com a NATO e uma posição de força dos Estados Unidos face à Rússia.

"Penso que, na situação atual, a NATO é a melhor opção para nós. A Rússia não pode ditar, com as suas exigências, os movimentos da Ucrânia", dizia um.

Outro afirmava: "Ser um Estado neutro não é uma opção. A NATO é a única opção. A Rússia não é um inimigo adequado. O inimigo deve ser destruído, mentalmente e fisicamente."

Outro ainda acrescentava: "Espero que os americanos não abandonem a Ucrânia. Devem ficar do lado da Ucrânia e Putin deve ser posto no seu lugar."

Na capital ucraniana, ninguém esquece todos os que perderam a vida no conflito com os rebeldes pró-russos no Leste do país, nem a invasão e anexação da Crimeia, há menos de oito anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques russos na Ucrânia fazem pelo menos oito mortos

Ucrânia diz ter abatido bombardeiro russo de longo alcance

Pelo menos 13 mortos e 61 feridos em ataque russo à cidade ucraniana de Chernihiv