This content is not available in your region

Quebeque proíbe venda de álcool a não vacinados

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Quebeque proíbe venda de álcool a não vacinados
Direitos de autor  Diritti d'autore: Mary Altaffer/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

Não há vacina, não há copos... É assim no Quebeque, onde as lojas de venda de álcool e canábis estão proibidas de servir pessoas não vacinadas.

Uma medida que os quebequenses parecem aceitar. Um jovem afirma: "Entendo que o governo queira encorajar as pessoas a vacinarem-se. Se funcionar é bom, porque há menos gente nos hospitais".

Uma jovem diz: "Precisamos de poder ir às lojas ou à SAQ (Sociedade de Álcool do Quebeque) ou mesmo aos supermercados. Nem todos temos a capacidade de fazer compras online ou coisas do género".

Esta não é a única restrição no Quebeque. Atualmente restaurantes, bares e outros locais públicos estão encerrados.

O governo está agora a visar os não vacinados, que em breve deixarão de ter acesso a muitas lojas e serviços não essenciais, bem como a espaços com mais de 1.500 m2.

A assembleia nacional prepara-se para debater um projeto de lei sobre uma taxa a aplicar a quem recuse a vacina.

Quase 82% da população com mais de 5 anos recebeu duas doses da vacina anti-Covid, mas o Quebeque é a província canadiana mais afetada pela variante Ómicron e as hospitalizações estão a disparar nesta província, onde o sistema de saúde se debate com sérios problemas e sobretudo com falta de pessoal.