EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

COI recorre da decisão russa de cancelar suspensão de Valiyeva

COI recorre da decisão russa de cancelar suspensão de Valiyeva
Direitos de autor AP Photo/Natacha Pisarenko
Direitos de autor AP Photo/Natacha Pisarenko
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Comité Olímpico Internacional recorreu da decisão russa de cancelamento da suspensão da patinadora Kamila Valiyeva, após testes antidoping positivos

PUBLICIDADE

O Comité Olímpico Internacional (COI) decidiu recorrer da decisão russa de cancelar a suspensão da patinadora, Kamila Valiyeva. O caso vai ser analisado pelo Tribunal Arbitral do Desporto. A decisão terá de ser tomada antes de 15 de fevereiro, data do início da competição individual feminina.

O porta-voz do COI, Mark Adams é prudente:

"Temos uma política de 100% contra o doping, e claramente perseguimos todos os casos de doping até ao fim. Mas claramente, neste caso específico, trata-se de um caso em curso, e estamos à espera que seja analisado até ao fim. Seria errado para qualquer pessoa fazer qualquer comentário sobre isto, particularmente porque estamos a falar de um caso de uma menor ou de uma pessoa protegida".

Valiyeva fez manchetes em todo o mundo quando realizou, na capital chinesa, pela primeira vez na história, um salto quádruplo.

Agora, a Agência Internacional de Testes confirmou que a amostra de doping da patinadora, recolhida em dezembro, foi positiva, mas as autoridades antidoping russas permitiram-lhe competir em Pequim, uma decisão que suscita questões aos olhos dos seus homólogos estrangeiros.

A situação é delicada pela idade da patinadora, que tem apenas 15 anos, e em caso de violação das regras antidoping, pode contar com sanções mais suaves.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kamila Valieva saberá esta segunda-feira se pode continuar nos Jogos Olímpicos

Zelenskyy pede continuação do apoio militar aos governadores dos EUA

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny