This content is not available in your region

Polícias europeias travam manifestações contra restrições sanitárias

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Polícias europeias travam manifestações contra restrições sanitárias
Direitos de autor  أ ف ب

Começaram a chegar no início da manhã de sábado e o aparato junto à sede do governo dos Países Baixos deixou claro desde cedo que vinham em protesto. Uma caravana de centenas de camionistas inspirada no "comboio da liberdade" canadiano manifestou-se em Haia contra as restrições sanitárias impostas no país.

Por volta das 15h30, hora local, a polícia apelou à dispersão, com ameaças de multas e detenções. 

Alguns dos participantes decidiram ficar. Já outros contam deslocar-se para Bruxelas, ou Paris. Mas na capital francesa, o "comboio da liberdade" também não foi bem recebido pelas autoridades.

Com mais de sete mil agentes na rua, durante o fim de semana, não demorou muito até a polícia começar a disparar gás lacrimogéneo sobre os manifestantes, nos Campos Elíseos. Pelas contas do ministério do Interior francês , foram passadas mais de 300 multas e 54 pessoas detidas.

Em Zurique, na Suíça, também centenas de pessoas marcharam contra as medidas de combate à pandemia, mas além da polícia, tinham à espera uma contra-manifestação.

Ambos os protestos estavam ilegais e as autoridades dispersaram os manifestantes com recurso a canhões de água e balas de borracha.