EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Homenagem a Boris Nemtsov em Moscovo

Homenagem a Boris Nemtsov em Moscovo
Direitos de autor Thibault Camus/AP Photo
Direitos de autor Thibault Camus/AP Photo
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No sétimo aniversário do assassinato do crítico do Kremlin, Boris Nemtsov, centenas de pessoas colocaram flores e velas no local onde foi abatido

PUBLICIDADE

Centenas de cidadãos russos prestaram este domingo homenagem ao político russo da oposição, Boris Nemtsov, no sétimo aniversário do seu assassinato.

Centenas de coroas de flores, velas e fotografias foram depositadas no sítio onde Nemtsov foi morto, a 27 de fevereiro de 2015, a dois passos do Kremlin.

O embaixador norte-americano na Rússia, também marcou presença nesta homenagem.

Vladimir Kara-Murza, jornalista e ativista russo afirma: "Ninguém pode proibir-me de vir aqui neste dia e honrar a queda do meu camarada. É por isso que estou aqui e há muitas outras pessoas aqui. Conseguiram matar um homem, mas não conseguem matar a memória.

E vemos que a solidariedade internacional está a crescer, vemos que já em 4 capitais mundiais - isto é Washington, isto é Praga, isto é Vilnius e isto é Kiev - que está hoje a ser bombardeada pelas tropas russas -, as embaixadas da Federação Russa estão em praças e praças que levam o nome de Boris Nemtsov".

A homenagem ganha ainda mais simbolismo com a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Ilya Yashin, político russo da oposição, diz: "Nemtsov era um pacifista e sempre se opôs consistentemente ao derramamento de sangue. Quando o derramamento de sangue começou em Donbass, Nemtsov sentiu-o muito pessoalmente e foi um dos organizadores, iniciador da Marcha pela Paz no centro de Moscovo. O assassinato de Nemtsov foi, em geral, um acontecimento que prefigurou globalmente os dramáticos acontecimentos históricos que estamos a viver atualmente.

Em julho de 2017, cinco pessoas foram condenadas pelo assassinato de Nemtsov, como elementos de um grupo organizado. O cérebro do grupo nunca foi encontrado.

Um pouco por todo o mundo, foram publicadas palavras em memória de Boris Nemtsov. O Departamento de Estado norte-americano publicou uma nota de homenagem. O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell escreveu no Twitter

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Opositor russo Boris Nemtsov recordado nove anos após a morte

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny

Primeiro-ministro da Índia critica invasão russa à Ucrânia durante encontro com Putin