Opositor russo Boris Nemtsov recordado nove anos após a morte

O opositor russo Boris Nemtsov morreu há 9 anos
O opositor russo Boris Nemtsov morreu há 9 anos Direitos de autor Ivan Sekretarev/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O opositor russo foi morto a tiro em Moscovo, em 2015. O atirador foi condenado a 20 anos de prisão.

PUBLICIDADE

Nove anos após o assassinato de Boris Nemtsov, várias personalidades prestaram homenagem, na manhã desta terça-feira, ao político da oposição russa.

Apoiantes e diplomatas estrangeiros, entre eles a embaixadora dos Estados Unidos na Rússia, Lynne M. Tracy, depositaram flores na ponte de Moscovo onde Nemtsov foi morto a tiro.                              

Boris Nemtsov, que tinha então 55 anos, estava a passear a pé com a companheira, numa zona próxima do Kremlin, quando foi atingido por “quatro tiros nas costas”, segundo declarações feitas na altura pela porta-voz do ministério do Interior russo, Elena Alexeeva.

Cinco homens da Chechénia foram dados como culpados pelo assassinato, tendo o atirador sido condenado a 20 anos de prisão. No entanto, os apoiantes de Nemtsov sempre afirmaram que o julgamento foi uma tentativa de proteger o governo de acusações de envolvimento.

Quase todos os opositores de Putin foram mortos, presos ou forçados ao exílio

Mais recentemente, Alexei Navalny, o principal opositor do regime do presidente Putin nos últimos anos, morreu numa prisão no Ártico russo, onde se encontrava detido. Navlany tinha sido transferido para colónia penal de alta segurança em dezembro de 2023.

Na véspera da morte, o político russo estava prestes a ser libertado no âmbito de um acordo para troca de prisioneiros, segundo os antigos assesores.

Ao longo dos anos, Alexei Navalny expôs a corrupção endémica do regimo russo e organizou grandes protestos anti-Kremlin. Já em 2020, o opositor russo tinha sido alvo de uma tentativa de envenamento, durante um voo que se dirigia para Moscovo, que o levou até à Alemanha para receber tratamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Homenagem a Boris Nemtsov em Moscovo

Milhares de russos homenageiam Boris Nemtsov

Rússia aborta lançamento do foguetão Angara-A5 a minutos da descolagem