This content is not available in your region

Em várias cidades europeias recolhem-se donativos para os ucranianos

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AP, AFP
euronews_icons_loading
Voluntários preparam ajuda humanitária para refugiados ucranianos na Lituânia
Voluntários preparam ajuda humanitária para refugiados ucranianos na Lituânia   -   Direitos de autor  Mindaugas Kulbis/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Um pouco por todo o lado, Europa e mundo, cresce uma onda de solidariendade para com o povo ucraniano.

Em Augsburg, na Alemanha, estão a recolher-se donativos, bens de primeira necessidade, para apoiar os ucranianos. A vontade de ajudar é grande. Estes artigos serão levados para a fronteira polaco-ucraniana, nos próximos dias, para serem entregues a organizações não-governamentais no terreno. 

Alguns dos doadores têm familiares na Ucrânia, outros quiseram apenas ajudar. Um deles dizia-se impressionado. Explicava que chegou cedo ao local onde estava a ser feita a recolha e que a população não parava de chegar.

Também em Portugal esta onda de solidariedade se multiplica de norte a sul do país. Em Lisboa, uma igreja tornou-se numa espécie de "banco de ajuda". Todos os voluntários são ucranianos mas o apoio é partilhado com muitos portugueses e as doações não param de chegar. Num outro espaço recolhem-se a recolher alimentos, medicamentos e roupas. Uma voluntária, Olga Petriv, explicava que dentro de menos de dois dias, a "ajuda chegará à fronteira entre a Polónia e a Ucrânia", depois será enviada para Lviv e distribuída para "outros lugares".

Na Escócia uma loja solidária está a ser inundada com donativos para os refugiados ucranianos depois de ter sido lançado um apelo nas redes sociais, no fim de semana. Vários camiões e carrinhas estavam já carregados e prontos para partir para a Polónia, onde chegará na terça-feira.