This content is not available in your region

Zelenskyy pede à UE: "provem que estão connosco"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Zelenskyy pede à UE: "provem que estão connosco"
Direitos de autor  Virginia Mayo/AP

Um presidente literalmente debaixo de fogo fez, esta terça-feira, um pedido emotivo ao Parlamento Europeu que ficará para a história. Com a ofensiva russa em curso na Ucrânia, Volodomyr Zelenskyy, dirigiu-se, por videoconferência, aos eurodeputados em Bruxelas, que se reuniram para uma sessão plenária extraordinária destinada a debater a situação na Ucrânia.

Zelenskyy a pedir para a Ucrânia entrar para a família europeia: "Provámos a nossa força, provámos que somos exatamente iguais a vocês. Então provem que estão connosco, provem que são europeus. Assim a vida vencerá a morte e a luz triunfará sobre as trevas".

O pedido ecoou de forma retumbante no hemiciclo e não ficou sem resposta.

"Saudamos - senhor presidente - a candidatura da Ucrânia ao estatuto de país candidato a União Europeia. Estamos do vosso lado na luta pela sobrevivência, neste momento sombrio da nossa história", sublinhou a presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola.

Os eurodeputados vão votar hoje numa resolução, não-vinculativa, sobre o reconhecimento do estatuto da Ucrânia como país candidato à União Europeia.

O processo de adesão ao bloco comunitário e complexo e, regra geral, demora anos.

Para as ambições ucranianas de acelerar o processo terem sucesso é preciso haver de ter a "luz verde" dos 27 Estados-membros, o que não se adivinha fácil.