This content is not available in your region

Comunidade russa em Portugal envia ajuda para a Ucrânia de forma anónima

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa  com Lusa
euronews_icons_loading
Nataliya Khmil revela que a comunidade russa tem enviado ajuda para a Ucrânia de forma anónima
Nataliya Khmil revela que a comunidade russa tem enviado ajuda para a Ucrânia de forma anónima   -   Direitos de autor  JOSÉ COELHO/ LUSA

A guerra na Ucrânia deu origem a uma onda de solidariedade em toda a Europa e o apoio chega de onde menos se espera. Na cidade portuguesa de Rio Tinto, a comunidade russa tem deixado ajuda de forma anónima na Associação de Imigrantes Amizade, devidamente assinalada com mensagens de apoio e pedidos de desculpa.

A revelação é feita pela presidente da Associação, Nataliya Khmil: _"Recebemos contributos de famílias russas a residir em Portugal (…), mas só depois é que percebi quem os deixou. Eu não as vi. Elas deixaram recados (em papel)_”.

Recebi vários telefonemas de pessoas a pedir desculpa em nome do povo russo
Nataliya Khmil
Presidente da Amizada - Associação de Imigrantes

Para a comunidade ucraniana, qualquer ajuda e bem-vinda, mesmo que anónima. Entre os russos, alastra o sentimento de vergonha pelas ações do Presidente Vladimir Putin, mas nem por isso estão dispostos a dar a cara. Desde o início da guerra têm surgido vários relatos de ameaças à comunidade russa em Portugal.