This content is not available in your region

Reino Unido começa a administrar quarta dose contra a Covid-19

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Reino Unido começa a administrar quarta dose contra a Covid-19
Direitos de autor  Christian Charisius/(c) Copyright 2021, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten

Com o início da Primavera, o Reino Unido lançou esta segunda-feira a campanha para a segunda dose de reforço contra a Covid-19.

Assim, idosos e pessoas com mais de 12 anos consideradas vulneráveis podem receber aquela que é a quarta dose da vacina, que, segundo as autoridades sanitárias britânicas, deverá ser administrada a cerca de cinco milhões de cidadãos.

A vizinha Irlanda prestou este domingo homenagem a todos os que, no país, perderam a vida devido ao vírus, cerca de 10.000 pessoas, segundo o último balanço oficial, com um pensamento também para a Ucrânia.

Leo Varadkar, primeiro-ministro irlandês:"A nossa batalha contra o vírus continua. Não podemos deixar passar a ocasião sem refletir na imensa tragédia humana que se desenrola neste momento em consequência da guerra na Ucrânia."

Apesar do levantamento de restrições por todo o continente, a Europa continua a enfrentar um aumento no número de contaminações. França registou na última semana uma média diária de 89.000 casos, superior aos 65.000 diários registados na semana anterior.

Na Alemanha, apesar dos 300.000 novos casos identificados na sexta-feira, entrou em vigor este domingo a nova lei votada no Parlamento que põe fim à obrigatoriedade do porte de máscara, bem como a várias outras restrições.

Contra a maré, surge a Áustria: pressionado por um número crescente de vozes críticas e pelo forte aumento nas contaminações, o governo austríaco decidiu reintroduzir a obrigação do porte de máscara no interior de todos os locais abertos ao público.