This content is not available in your region

Guerra na Ucrânia causa migracão da comunidade húngara da Transcarpátia

Access to the comments Comentários
De  Magyar Ádám  & Euronews
euronews_icons_loading
Guerra na Ucrânia causa migracão da comunidade húngara da Transcarpátia
Direitos de autor  Euronews

À primeira vista, não há sinais de guerra em Beregovo, na região ucraniana de Transcarpátia. Mas muitas das crianças que brincam na praça principal da cidade viviam recentemente em Kharkiv, Mikolaiv ou Mariupol. As suas famílias fugiram da guerra em busca de paz perto da fronteira com a Hungria.

Muitos encontraram abrigo em escolas e dormitórios. Ofélia e a sua filha, por exemplo, vieram de Kiev e esperam sobreviver à guerra em Beregovo. Não pretendem partir para o estrangeiro.

"Não queremos deixar a Ucrânia, queremos esperar até a guerra acabar e depois queremos voltar para casa," disse Ofélia.

As crianças são seguidas por um psicólogo e têm aulas de arte. Os seus trabalhos são enviados para os soldados que lutam na linha da frente. As aulas ajudam as crianças a processar os eventos das últimas semanas.

"Infelizmente, algumas destas crianças não conseguem comunicar depois daquilo que viveram," explica um professor de Desenho de Beregovo. "Eu nem sei o que elas passaram," acrescentou. 

Tem havido vários ataques aéreos em Beregovo mas não bombardeios, por isso os moradores já não se incomodam com as sirenes. No entanto, as escolas estão a funcionar através do ensino à distância.

"Neste momento, o sentimento predominante é a incerteza. Não sabemos se a guerra vai chegar aqui ou não; se chegar, e quando chegar, logo vemos o que fazer," comentou um morador.

Segundo os residentes de Beregovo, pelo menos um quarto da comunidade húngara da cidade já se mudou para a Hungria. Muitos dos residentes não temem lutar se for necessário, mas não querem ser obrigados a combater.

A guerra poderá ter um impacto de longo prazo na Transcarpátia, mesmo que a região não venha a estar na linha de fogo. Muitos húngaros estão a regressar à Hungria e muitos ucranianos estão a chegar no seu lugar, o que poderia transformar as relações étnicas entre os dois povos.