This content is not available in your region

Primeiro grupo de refugiados ucranianos aterra na Alemanha

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Primeiro grupo de refugiados ucranianos aterra na Alemanha
Direitos de autor  Petr David Josek/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Um grupo de 134 refugiados ucranianos aterrou durante a manhã deste sábado em Frankfurt, na Alemanha. Os refugiados vieram da Moldávia, o primeiro país de refúgio depois de fugirem da guerra na Ucrânia.

São as primeiras famílias a chegar à Alemanha, que vai acolher nos próximos dias, 2500 ucranianos em situação de abrigo temporário.

Polónia já recebeu mais de 2 milhões de refugiados

Em Medyka, na Polónia, tenta-se, através da música, sentir alguma normalidade, enquanto que milhares e milhares de pessoas fogem do país vizinho e embarcam em autocarros para outros países europeus.

À Polónia já chegaram mais de 2 milhões de ucranianos. A Agência da ONU para Refugiados, juntamente com as autoridades locais, tem estado no terreno a organizar e a ajudar quem chega e quem parte.

Os refugiados com necessidades especiais, capacidades reduzidas e problemas de saúde são a prioridade.

Shabia Mantoo, porta-voz do ACNUR, diz que a mais fundamental necessidade é o "sentido de segurança", tendo em conta que as pessoas fogem de uma situação de perigo.

A ajuda não existe só nas fronteiras. Também chega, a conta-gotas, às cidades destruídas pela guerra.

De Berlim, na Alemanha, parte, três vezes por semana e com destino à Ucrânia, um comboio com doações. Sai carregado com roupas e comida para quem ainda está na Ucrânia, a tentar lutar pela sobrevivência.