This content is not available in your region

Navio em Marselha será abrigo temporário para 1600 refugiados

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Navio em Marselha será abrigo temporário para 1600 refugiados
Direitos de autor  MTI

Chegaram a Marselha, França, 1600 refugiados ucranianos que fugiram da guerra. À falta de espaço em hotéis e noutros locais, as autoridades decidiram fazer de um navio a casa temporária para estas famílias.

Christophe Mirmand, representante da região de Provence-Alpes-Côte d'Azur, diz que o navio terá, à disponibilidade de quem chega, "apoios sociais, formação em unidades de saúde, educação para as crianças, cuidados infantis e uma creche.". 

Embora o navio seja confortável, é difícil, para quem largou tudo, esquecer quem ficou para trás, no meio do conflito.

Uma jovem ucraniana contou aos jornalistas que a avó ficou em Kharkiv, na Ucrânia. "Vive no 12º andar de um prédio" e tem "dificuldade em descer as escadas todos os dias para ir para o abrigo". Diz que em Marselha "está tudo calmo" mas ninguém se sente verdadeiramente "em paz", porque "eles continuam a bombardear-nos todos os dias".

O governo francês contratou também tradutores para ajudar na logística de quem pede asilo temporário.