This content is not available in your region

Kiev prepara-se para escalada dos combates

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Ucrânia
Ucrânia   -   Direitos de autor  Vadim Ghirda/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

As forças ucranianas recuperaram o controlo de várias as áreas em redor de Kiev... A destruição provocada pelos combates em zonas como Irpin está gradualmente a desvanecer-se.

O aeroporto militar ucraniano, na capital, está praticamente destruído...

As autoridades ucranianas apelam à prudência antes de reclamarem a vitória, perante as forças russas, no entanto vão retomando o controlo de cada vez mais território.

O presidente ucraniano mostra-se cauteloso e avisa que os combates, no leste da Ucrânia devem intensificar-se nos próximos dias.

Volodymyr Zelenskyy revela que "as tropas russas estão a acumular-se em Donbass, na direção de Kharkiv. Estão a preparar-se para novos ataques." O chefe de Estado assegura que as forças ucranianas estão a preparar-se "para uma defesa ainda mais ativa" e que estão a "utilizar todos os recursos, tanto internos como externos".

Em Kiev, numa rápida visita, a presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola abordou a necessidade de "ir mais longe" nas sanções contra a Rússia de modo a travar a invasão militar "injustificada e inaceitável" da Ucrânia.

No Parlamento ucraniano, que se mantém em funcionamento, Metsola garantiu que tanto o Parlamento Europeu como a população da União Europeia está ao lado da Ucrânia.

"Estou aqui hoje como representante do Parlamento Europeu, do Povo da Europa, para vos dizer uma coisa. Estamos convosco", assegurou.

Em Kharkiv, no leste da Ucrânia, os combates não cessam. A cidade tem sido bombardeada continuamente pelo exército russo. As autoridades locais dizem estar-se perante um "genocídio".

Esta sexta-feira, as autoridades russas acusaram as forças ucranianas de terem bombardeado um depósito de combustível na cidade russa de Belgorod, a poucos quilómetros da fronteira ucraniana.

O Governo de Kiev ainda não confirmou a autoria do ataque.