This content is not available in your region

Casa Branca celebra primeira afro-americana no Supremo Tribunal de Justiça

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Presidente Joe Biden e vice-presidente Kamala Harris aplaudem Katanji Brown Jackson
Presidente Joe Biden e vice-presidente Kamala Harris aplaudem Katanji Brown Jackson   -   Direitos de autor  AP Photo/Andrew Harnik

A Casa Branca celebrou sexta-feira a confirmação bipartidária da juíza Ketanji Brown Jackson para a equipa do Supremo Tribunal de Justiça, a mais alta instância judicial dos Estados Unidos.

É a primeira mulher afro-americana a integrar a equipa de nove juízes do Supremo norte-americano, tendo beneficiado dos votos favoráveis de três senadores republicanos para conseguir um resultado de 53-47 na votação de quinta-feira à primeira nomeação proposta pelo Presidente Joe Biden para aquele coletivo.

A confirmação da juíza Katanji Brown Jackson não altera a tendência conservadora do coletivo de juízes do Supremo. A maioria continua a ser de seis juízes nomeados pelos Republicanos, os últimos três por Donald Trump, contra três escolhidos por presidentes Democratas.

Percorremos um longo caminho no aperfeiçoamento da nossa união. Na minha família, foi preciso apenas uma geração para passar da segregação para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos.
Ketanji Brown Jackson
Juíza confirmada para o Supremo Tribunal de Justiça dos EUA

Brown Jackson tem 51 anos, oito deles passados como juíza federal e desde junho com assento no Tribunal da Relação no distrito legal de Columbia.

Com a reforma anunciada pelo juiz Stephen Breyers no presente ano judicial, que deverá encerrar para as tradicionais férias de verão no final de junho, Brown Jackson assume o novo lugar no Supremo Tribunal dos Estados Unidos quando os trabalhos forem retomados.