This content is not available in your region

Kiev prepara-se para ataque russo em larga escala a leste

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Moscovo prepara investida na região do Donbass
Moscovo prepara investida na região do Donbass   -   Direitos de autor  Vadim Ghirda/The Associated Press

Todas as manobras militares de Moscovo indicam que a estratégia mudou e passa agora por concentrar as ofensivas no leste da Ucrânia e no cerco a Mariupol.

Kiev prepara-se para um ataque de larga escala no Donbass, para onde converge uma imensa coluna militar russa que perfaz 13 quilómetros de comprimento.

Vamos continuar a trabalhar arduamente para que a Ucrânia possa reforçar os recursos no campo de batalha e na mesa de negociações.
Jake Sullivan
Conselho de Segurança Nacional dos EUA

Isto não quer dizer que as investidas cessaram. O Ministério da Defesa russo anunciou a concretização de operações contra 86 alvos militares, incluindo nas cidades de Kharkiv e Dnipro, onde o aeroporto terá sido completamente arrasado. O governo ucraniano continua a pedir apoio militar urgente, repetindo os apelos a Washington.

"Já revimos todo o armamento prioritário para a Ucrânia e estabelecemos um plano para o enviar o mais rapidamente possível. Parte desse equipamento já foi entregue. Vamos continuar a trabalhar arduamente para que a Ucrânia possa reforçar os recursos no campo de batalha e na mesa de negociações", declara Jake Sullivan, do Conselho de Segurança Nacional americano.

Segundo os responsáveis americanos, Vladimir Putin nomeou um novo comandante de guerra. Trata-se de Alexander Dvornikov, um general conhecido por atos particularmente brutais cometidos contra civis sírios em 2015.

De acordo com Londres, Moscovo está a convocar militares veteranos para retomar atividade, compensando as inesperadas baixas nos contingentes. Em Bucha, continuam a ser encontradas valas comuns. Desta vez, nove corpos foram descobertos no terreno de uma igreja local.