This content is not available in your region

"Não podemos levar a ameaça de ânimo leve", diz Diretor da CIA

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
AP
AP   -   Direitos de autor  Max Pshybyshevsky/Associated Press

O presidente ucraniano diz que a ameaça nuclear da Rússia nuclear "é real". Numa entrevista ao canal CNN, Volodymyr Zelenskyy pediu novamente o embargo ao petróleo russo.

O diretor da Agência Central de Inteligência dos EUA diz que não há evidências práticas da ameaça nuclear da Rússia mas que é necessário ter cuidado com a ameaça. William Burns diz que "Não podemos levar de ânimo leve" as ameaças nucleares de Putin.

Numa intervenção no Instituto de Tecnologia da Georgia, em Atlanta, William Burns diz que não se pode levar a sério a ameaça de Putin, tendo em conta tudo o que aconteceu nas últimas semanas com a estratégia do Kremlin.

Burns admite também que "há posturas retóricas" por parte do Kremlin sobre a mudança para níveis mais altos de alerta nuclear, mas que não passam disso mesmo.

A Rússia tem o maior arsenal nuclear do mundo, mais de 6 mil ogivas nucleares. Destas, duas mil são de curto alcance, as chamadas "armas táticas", desenhadas para atingir tropas, tanques ou por exemplo, instalações militares com precisão.

A 'cartada' nuclear de Putin esteve sempre no bolso. Foi colocada na mesa esta semana.