O longo caminho para longe de Mariupol

Anna tem 10 anos e diz que só teve medo quando destruíram o prédio ao lado da cave onde se refugiavam
Anna tem 10 anos e diz que só teve medo quando destruíram o prédio ao lado da cave onde se refugiavam Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Família ucraniana percorre 100 km a pé em cinco dias

PUBLICIDADE

Ao fim de dois meses escondidos numa cave em Mariupol, o casal Evgeny Tishchenko e Tetiana Komisarova conseguiu fugir com os quatro filhos.

"Andámos durante 5 dias, de aldeia em aldeia. À noite, eram os idosos que nos arranjavam abrigo", diz-nos Evgeny.

Juntos caminharam mais de 100 quilómetros até serem encontrados por um grupo de voluntários. O grande receio inicial, para além da violência, era até que ponto os mais novos conseguiriam aguentar o percurso. Tetiana diz que ficou surpreendida com a força que os filhos demonstraram.

Anna tem apenas 10 anos. Conta-nos que não foi assim tão mau. Teve medo quando destruíram o prédio ao lado da cave onde se refugiavam, até porque não via nada, ficou tudo cheio de pó no ar.

Foram levados para a estação ferroviária de Zaporizhzhia, para partir rumo a Lviv. "Nunca esqueceremos aquilo que passámos. Mas temos de manter a força e criar os nossos filhos", desabafa o pai.

Há já quase 5 milhões e 200 mil refugiados da guerra na Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Antony Blinken e Lloyd Austin em Kiev para encontro com Volodymyr Zelenskyy

Ataques russos na Ucrânia fazem pelo menos oito mortos

Pentágono promete envio imediato de armas à Ucrânia, se financiamento for aprovado