This content is not available in your region

Tribunal brasileiro trava exploração de mina de ouro na Amazónia

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AP
euronews_icons_loading
Floresta Amazónica
Floresta Amazónica   -   Direitos de autor  LUNAE PARRACHO/AFP

Os indígenas da Amazónia brasileira podem voltar a respirar de alívio depois de um tribunal federal ter travado a exploração de uma grande mina de ouro a céu aberto em área florestal. O veredito, dado a conhecer esta segunda-feira, volta a frustrar as ambições da empresa canadiana Belo Sun Mining Corp., companhia que já em 2017, tinha recorrido de uma decisão judicial semelhante.

Na altura, os juízes consideraram que a consulta aos indígenas locais e o estudo dos impactos sociais e ambientais do projeto não correspondiam aos padrões exigidos pela Fundação Nacional do Índio.

Agora, numa votação de 3-0, o tribunal manteve a decisão anterior, mas a Belo Sun ainda pode recorrer da sentença para um tribunal superior.

O projeto Volta Grande, como é conhecido, está localizado no estado do Pará. numa área a escassos quilómetros da terceira maior barragem hidroelétrica do mundo, infraestrutura responsável por ter reduzido o caudal do rio Xingu, colocando em perigo a sobrevivência de espécies endémicas e a fonte de alimento primordial das comunidades locais.