Espanha investiga esquema relacionado com criptomoedas

"Lorena" é mãe de uma alegada vítima
"Lorena" é mãe de uma alegada vítima Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Espanha, a polícia prendeu oito pessoas relacionadas com uma academia de comércio online sobre divisas e moedas criptográficas. Os investigadores acreditam que os líderes locais da IM Academy utilizaram técnicas de culto para recrutar jovens insatisfeitos envolvendo-os num esquema em pirâmide.

PUBLICIDADE

Em Espanha, a polícia investiga um esquema em pirâmide relacionado com o comércio em linha de divisas e moedas criptográficas.

Conhecemos Lorena... A filha tinha apenas 17 anos quando entrou para a IM Academy, um curso de negociação online para aprender a investir nos mercados Forex e nas moedas criptográficas.

Aliciada pela promessa de uma vida de êxitos e riqueza, passado pouco tempo começou a ficar diferente...

"Notámos que o seu caráter mudou, deixou de estar interessada nos estudos. Tentámos falar com ela, mas nessa altura ela já tinha sofrido uma lavagem ao cérebro. Ela não nos ouvia, não raciocinava... Deixámos de pagar as propinas da academia, e ela saiu de casa, apesar de ser menor", conta a progenitora.

A polícia espanhola prendeu oito pessoas relacionadas com a IM Academy, acusadas de fraude, publicidade enganosa e de pertencerem uma organização criminosa.

A porta-voz da Polícia Nacional de Espanha, María Fernández, explica que "muitas vezes, os líderes da organização utilizaram técnicas de culto para persuadir os jovens a quebrar os laços familiares ou a dedicarem-se inteiramente às atividades da organização."

No YouTube e nas redes sociais, os líderes da IM Academy exibem uma vida de luxo que alegadamente adquiriram através de uma mudança de mentalidade orientada para o êxito. Mais do que formação financeira, a empresa fornece uma coleção de vídeos motivacionais.

Incapazes de pagar as propinas para continuar na academia, a organização oferece aos estudantes dinheiro para recrutar novos membros. Quanto mais se traz, mais dinheiro se recebe. Um ex-aluno, que trabalhou na organização, recrutou cerca de 30 pessoas. Passava 14 horas por dia a 'evangelizar' o seu grupo e a recrutar novos membros. Levou dois anos a perceber que ele era um instrumento de um esquema em pirâmide.

Mais de 60 famílias são ajudadas pela RedUne, uma associação especializada em sectarismo. Os membros da IM Academy são vítimas da chamada "persuasão coerciva".

"Aqueles que promovem este tipo de grupos têm um manual sobre como atrair e recrutar pessoas. E não se apercebem no que se estão a meter, porque têm uma necessidade, uma vulnerabilidade", afirma o presidente da RedUNE, Juantxo Domínguez.

Num evento que ocorreu recentemente na Catalunha, a IM Academy deu uma mostra de força. Centenas de jovens de Itália, França ou do Reino Unido juntaram-se ao público local para dar as boas-vindas aos seus líderes. Estima-se que milhares de jovens europeus se tenham alistado na academia. Alguns podem acabar por ser vítimas de um esquema.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia búlgara investiga plataforma de criptomoedas

Agricultores espanhóis bloqueiam estradas e autoestradas com tratores, pneus e ramos de árvores

Incêndio em prédio de 14 andares em Valência faz pelo menos quatro mortos