EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Milhares em Auschwitz para a Marcha dos Vivos

Campo de concentração e extermínio de Auschwitz, Polónia
Campo de concentração e extermínio de Auschwitz, Polónia Direitos de autor AP Photo/Czarek Sokolowski
Direitos de autor AP Photo/Czarek Sokolowski
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O evento celebra o Dia em Memória das Vítimas do Holocausto.

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas de todo o mundo participaram a Marcha dos Vivos em memória das vítimas do Holocausto, que teve lugar esta quinta-feira no antigo campo de concentração e extermínio de Auschwitz.

Acompanhado de um sobrevivente, Edward Mosberg, o presidente da Polónia, Andrzej Duda, depôs uma coroa de flores no Bloco 11 do campo, também conhecido por bloco da morte.

Em Israel, a vida parou por dois minutos e fêz-se silêncio ao som de sirenes em memória do Holocausto e dos seis milhões de judeus assassinados pela Alemanha nazi durante a Segunda Guerra Mundial.

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, depôs uma coroa de flores no memorial do Holocausto, Yad Vashem.

No seu discurso, Naftali Bennett, recusou a comparação do genocídio com qualquer outro conflito e afirmou que o Holocausto é a expressão mais definitiva e absoluta de milhares de anos de anti-semitismo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sobreviventes do Holocausto voltam à Alemanha para fugir da guerra na Ucrânia

Dubai tem exposição permanente sobre o Holocausto

Pelo menos 17 palestinianos mortos num ataque israelita a escola que servia de refúgio