EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Tropas russas intensificam ataques na Ucrânia

Azovstal sob ataque
Azovstal sob ataque Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Exército invasor russo intensifica bombardeamentos na Ucrânia. Mais de 100 ucranianos de Azovstal chegam a Zaporizhia

PUBLICIDADE

As tropas russas intensificaram a ofensiva contra a fábrica de aço Azovstal, o último reduto da resistência ucraniana na devastada cidade de Mariupol, após a conclusão da primeira retirada de civis.

Segundo as Nações Unidas, 159 deslocados chegaram a Zaporizhzhia, 101 dos quais provenientes de Azovstal e 58 que se juntaram ao comboio vindos da periferia de Mariupol. Acredita-se que cerca de 200 civis estejam, ainda, presos no complexo fabril.

Depois da sair de Azovstal, Anna conta como foi estar sob os ataques dos russos:

"Era assustador porque estavam constantemente a bombardear-nos, durante o dia ou durante a noite. As crianças não dormiam e choravam. Não paravam de o fazer (bombardear), era muito assustador. Pensámos que não sairíamos dali, francamente".

A coordenadora humanitária da ONU na Ucrânia, Osnat Lubrani refere que a evacuação correu bem no entanto está ainda preocupada com aquelas pessoas que ficaram em Azovstal...

"Foi bem-sucedida (a evacuação). Estou, no entanto, preocupada que nem todos os civis estejam fora. A siderurgia é muito grande, foi muito difícil para aqueles que saíram e penso que alguns deles ficaram com muito medo".

De acordo com o Governo ucraniano, o exército invasor russo multiplicou os ataques. 21 pessoas terão morrido em Donetsk. Lviv, perto da fronteira com a Polónia, foi também bombardeada. Duas pessoas ficaram feridas depois de várias subestações elétricas terem sido atingidas. Há interrupções no fornecimento de eletricidade, como confirma o presidente da Câmara Municipal Andriy Sadovyi.

"Os ataques visaram três subestações. Como resultado, há interrupções no fornecimento de eletricidade. Duas pessoas ficaram feridas. Elas estão a receber ajuda médica".

As autoridades ucranianas anunciaram que infraestruturas em Transcarpathia e várias estações ferroviárias, em todo o país, foram atacadas pelas forças invasoras russas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia e Alemanha dão sinais de aproximação

"Ukraine Forever", o tecido escocês solidário com os William Wallace da Ucrânia

Controversa lei de mobilização entra em vigor na Ucrânia