This content is not available in your region

Veterano da II Guerra Mundial vê casa destruída pelos russos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ivan Lysun, residente de Zolochiv e veterano da II Guerra Mundial
Ivan Lysun, residente de Zolochiv e veterano da II Guerra Mundial   -   Direitos de autor  UAPBC

Ivan Lysun tem 97 anos e exibe, com orgulho, as medalhas da Segunda Guerra Mundial, durante a qual combateu, ainda antes de fazer 18 anos, não só na Ucrânia, mas também na Bielorrússia, Polónia e Alemanha.

A casa onde vivia, na aldeia de Zolochiv, na região de Kharkiv, foi construída pelo pai há quase um século. Resistiu à Grande Guerra mas, na noite de 4 de maio, foi destruída pela artilharia russa. Lysun dormia no interior e escapou por um milagre.

Ivan Lysun, residente de Zolochiv e veterano da II Guerra Mundial:"Foi assustador. Não pensei que era possível."

Foi o pior momento da minha vida, quando gritei 'Pai!' e ele não respondeu...

Havia vidro por todo o lado e encontrei-o no quarto, a olhar para os lados sem perceber o que tinha acontecido, a abanar a cabeça.
Natalia Khoruzha
filha de Ivan Lysun

Apesar dos pedidos insistentes da família para fugir da zona de guerra, o veterano recusa categoricamente e só pensa em reparar a casa construída pelo pai.

Ivan Lysun:"É muito doloroso. Lutámos porquê? O que libertámos? Nós lutámos pela libertação da Ucrânia. Se tivesse força para isso, seria o primeiro a defender e estaria junto das nossas tropas. Dá-me um desgosto ver tudo assim."