"Animal Sentimental" - Mísia em modo autobiográfico

Mísia
Mísia Direitos de autor Chema Moya/EPA
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A cantora apresenta esta sexta-feira em Lisboa, num concerto muito especial, o novo disco, acompanhado por um livro, que traça a história de toda uma vida - artística e não só.

PUBLICIDADE

"Animal Sentimental" é o nome de um novo álbum, um livro e um concerto. A protagonista é Mísia. Com esta dose tripla, a cantora quis fazer uma autobiografia e também celebrar os mais de 30 anos de carreira discográfica.

"Este disco, que também é um livro, é muito sobre mim. Pela primeira vez, eu contamino estas três vertentes: O disco, o livro e o concerto são sobre a minha história, desde o dia em que nasci até hoje. Não é só uma história artística, é uma história pessoal também. O título é um conceito que me define: "Animal Sentimental". Eu sou uma pessoa que sente tudo com uma grande intensidade e estou muito agradecida à vida por ter essa capacidade, porque isso salvou-me em momentos realmente difíceis", conta a cantora.

Oficina do Livro
Capa do livro "Animal Sentimental", que será lançado no dia 7 de junho.Oficina do Livro
O disco, o livro e o concerto são sobre a minha história, desde o dia em que nasci até hoje.
Mísia
Cantora

O concerto de apresentação é esta sexta-feira no Museu do Oriente, em Lisboa: uma encenação de Tiago Torres da Silva sobre as duas heranças de Mísia: A portuguesa e a espanhola.

"Da vida quero os sinais" é o primeiro single de "Animal Sentimental".

"Tenho um lado muito almodovariano, muito espanhol, porque fui educada por duas espanholas, e tenho um lado português, mais dark, mais profundo, mais reflexivo. Eu sou essas duas pessoas, à parte outras, que não foram convidadas para o concerto. O concerto terá duas partes, que se focarão nessas duas personalidades, duas maneiras de ser", conta, a propósito do espetáculo.

Tenho um lado muito almodovariano, muito espanhol, porque fui educada por duas espanholas, e tenho um lado português, mais "dark", mais profundo, mais reflexivo.
Mísia
Cantora

Em "Animal Sentimental", Mísia canta autores portugueses como Mário Cláudio, Lídia Jorge, Natália Correia, Fernando Pessoa e muitos outros.

Nome do jornalista • Ricardo Figueira

Editor de vídeo • Ricardo Figueira

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

InClassica 2022 celebra a música

Portugal passa à final do Festival da Eurovisão

Fátima Fonseca, uma saudade portuguesa com sotaque do Brasil