EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Greves lançam o caos nos aeroportos europeus

Greve em vários aeroportos europeus.
Greve em vários aeroportos europeus. Direitos de autor Thomas Padilla/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Thomas Padilla/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Há registo de vários voos atrasados ou até mesmo cancelados em França, Alemanha e Espanha.

PUBLICIDADE

Um verdadeiro caos nos aeroportos franceses. Voos atrasados várias horas ou até mesmo cancelados. Os funcionários aeroportuários decidiram fazer greve por melhor condições de trabalho. O aeroporto Charles de Gaulle, o maior de França, foi um dos mais afetados.

Nicolas Pereira, sindicalista, defendeu que existem menos 20 mil empregados no aeroporto de Roissy. E, como tal, "as condições de trabalho deterioraram-se drasticamente", explicou.

Os protestos acontecem em pleno verão, altura em que centenas de pessoas viajam. O descontentamento é visível.

Não é muito agradável. Há pessoas que têm um avião para apanhar e que fizeram os preparativos durante meses. Estamos a ser mantidos como reféns
Sylvie Champion
Passageira

Em Espanha, os trabalhadores das companhias aéreas low cost, Ryanair e Easyjet, também estão descontentes e exigem salários iguais aos dos colegas europeus.

O descontentamento abrange funcionários de vários países europeus. Os sindicatos da Alemanha exigem aumentos dos salários e mais funcionários para fazer face ao aumento da procura de voos em tempo de férias. Os atrasos têm sido constantes e alguns passageiros chegam mesmo com um dia de antecedência para garantir que não perderão os seus voos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Greve no aeroporto Charles de Gaulle cancela um quarto dos voos

Protestos dos agricultores abrandam em França

Residentes de Marselha abrem guerra ao Alojamento Local