Hungria raciona água durante o verão

Torneira de um camião-cisterna
Torneira de um camião-cisterna Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entre o consumo excessivo e falhas na rede de distribuição, muitos húngaros vão passar um verão sem água

PUBLICIDADE

O racionamento de água chegou a algumas localidades da Hungria, numa altura em que o país é varrido por uma vaga de calor.

Com as temperaturas perto dos 40 graus centígrados, em Solymár, nos arredores de Budapeste, há três dias que não há água nas torneiras.

Uma residente afirma que "os cortes de água vão durar todo o verão" porque, de acordo com as autoridades, vai ser "impossível resolver o problema".

O consumo excessivo por parte da população é apontado como uma das causas.

O preço da água foi congelado pelo governo em 2013, o que gera uma utilização pouco racional deste recurso.

O presidente da câmara de Solymár, Kálmán Szente, explica que "não há pressão suficiente para bombear água" para os reservatórios das aglomerações situadas em locais mais elevados.

Com custos de 2022 e receitas de 2013 as companhias públicas e privadas veem-se praticamente impossibilidades de melhorar a rede de distribuição.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Inflação na Hungria atira cada vez mais pessoas para a pobreza

Hungria: combustíveis mais caros para veículos estrangeiros

Eleições na Hungria: "Uma vitória tão grande que pode ser vista da lua"