EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Líder checheno reclama tomada de Lysychansk mas Zelenskyy contradiz

Soldados russos e chechenos brandem bandeiras nacionais em Lysychansk
Soldados russos e chechenos brandem bandeiras nacionais em Lysychansk Direitos de autor AP/RAMZAN KADYROV'S OFFICIAL TELEGRAM
Direitos de autor AP/RAMZAN KADYROV'S OFFICIAL TELEGRAM
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente ucraniano declara ser "impossível dizer que a cidade está sob controlo russo"

PUBLICIDADE

Na versão e nas imagens publicadas pelo líder checheno Ramzan Kadyrov, a cidade de Lysychansk, tornada bastião da resistência ucraniana, caiu às mãos dos batalhões chechenos, aliados de Moscovo.

Apesar de Volodymyr Zelenskyy declarar ser "impossível dizer que a cidade está sob controlo russo", as forças russas insistem que já assumiram o domínio deste ponto estratégico para tomar todo o Donbass.

De acordo com um comunicado oficial, o Ministério da Defesa russo já terá mesmo informado Vladimir Putin da tomada de Lysychansk, evocando a "libertação da República Popular de Lugansk", que juntamente com Donetsk está na base do confronto separatista.

Segundo o governador regional, o grau de violência utilizada no ataque a Lysychansk é "sem precedentes". O porta-voz das forças armadas ucranianas veio dizer apenas que "os ocupantes estão a concentrar todos os esforços" na conquista desta localidade.

Na cidade de Dobropillia, no Donetsk, os habitantes conseguiram resgatar com vida uma criança que estava nos escombros de um edifício destruído por um bombardeamento. Na mesma região, uma ofensiva em Sloviansk fez seis mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kiev retira tropas de Lysychansk que já é controlada pela Rússia

Ataque aéreo a Kharkiv faz pelo menos sete mortos. Zelenskyy condena brutalidade russa

Rússia captura aldeia na região de Donetsk