EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Hospital móvel sobre carris

Paciente ucraniano a ser tratado no comboio
Paciente ucraniano a ser tratado no comboio Direitos de autor EBU
Direitos de autor EBU
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Feridos ucranianos retirados do leste do país para serem tratados

PUBLICIDADE

No leste da Ucrânia é quase impossível garantir o acesso a cuidados médicos. Para tentar contornar o contornar o problema é o comboio transformado em hospital que parte da cidade de Pokrovsk, na região de Donetsk, para locais onde há médicos e tratamentos disponíveis. Os feridos são colocados na carruagem para cuidados intensivos, ou nas outras três com cuidados hospitalares regulares. O comboio gera a própria eletricidade para fazer funcionar o equipamento, e transporta um fornecimento de oxigénio.

O nosso comboio pode transportar quarenta doentes de uma só vez. Na verdade, isso é muito importante porque não há outras formas de transferir um grupo com um número tão elevado de pacientes, refere Albina Zharkova, dos Médicos Sem Fronteiras.

As histórias contadas pelas vítimas já não surpreendem os médicos... Qualquer pessoa pode ser um alvo dos bombardeamentos. Este ferido estava a trabalhar na horta.

Um ucraniano conta: "Eu estava apenas inclinado para a frente, e de repente houve uma explosão. Fiquei com a cara cheia de pó. Olhei para baixo, as minhas mãos estavam cobertas de sangue. O sangue pingava por todo o lado..."

O comboio também transporta doentes crónicos que precisam de acompanhamento

"Todos os especialistas em cancro deixaram Kramatorsk. É isso: já não se consegue encontrar ninguém que possa oferecer cuidados médicos. Especialmente quando se trata de cancro", diz um ucraniano.

O destino deste comboio é Lviv. Os doentes esperam recuperar em segurança nesta cidade no oeste do país, local de refúgio para milhares de ucranianos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bombardeamento intensificam-se e vítimas civis aumentam na Ucrânia

Guerra na Ucrânia sem condições para solução diplomática em breve

Rússia captura aldeia na região de Donetsk