EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Confirmada a morte dos oito tripulantes do avião que caiu na Grécia

Local onde se despenhou o avião no norte da Grécia
Local onde se despenhou o avião no norte da Grécia Direitos de autor ΤΣΟΥΤΣΑΣ ΛΑΣΚΑΡΗΣ/ 2022 ΑΘΗΝΑΪΚΟ ΠΡΑΚΤΟΡΕΙΟ ΕΙΔΗΣΕΩΝ - ΜΑΚΕΔΟΝΙΚΟ ΠΡΑΚΤΟΡΕΙΟ ΕΙΔΗΣΕΩΝ
Direitos de autor ΤΣΟΥΤΣΑΣ ΛΑΣΚΑΡΗΣ/ 2022 ΑΘΗΝΑΪΚΟ ΠΡΑΚΤΟΡΕΙΟ ΕΙΔΗΣΕΩΝ - ΜΑΚΕΔΟΝΙΚΟ ΠΡΑΚΤΟΡΕΙΟ ΕΙΔΗΣΕΩΝ
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Sérvia confirmou a morte dos oito tripulantes do avião que se despenhou na Grécia e disse que o aparelho transportava armamento para o Bangladesh

PUBLICIDADE

O ministro sérvio da Defesa confirmou a morte dos oito ocupantes do aviãoque se despenhou no sábado à noite a 40 quilómetros do aeroporto de Kavalas, no norte da Grécia.

O avião era ucraniano e partiu da Sérvia com destino ao Bangladesh.

Nebojsa Stefanovic afirmou: "O avião era um Antonov 12, cujo proprietário era Meridian LTD da Ucrânia com um indicativo de chamada MEM 3032. Infelizmente, de acordo com a informação disponível, todos os oito membros da tripulação perderam as suas vidas durante o acidente"

O ministro confirmou ainda que o aparelho transportava 11 tonaldas de armamento, destinadas ao Bangladesh.

A autoridade da Aviação Civil da Grécia disse que o piloto alertou as autoridades sobre um problema num dos motores do avião e que lhe foi dada a opção de aterrar nos aeroportos de Salónica ou Kavala, tendo escolhido o de Kavala, mas não conseguiu lá chegar.

Uma mulher, que testemunhou a queda do aparelho, conta: "Vimos algo brilhante a descer na direção castelo mas pensámos que se tratava de uma lanterna. Mas depois disso, dissemos "Fogo! Fogo! O que é isto? É um avião? O que é? Até compreendermos o que foi que caiu no chão, estávamos aterrorizados, também tínhamos os nossos filhos, e gritávamos, gritávamos...".

Durante a noite, as populações mais próximas do local foram alertadas para permanecerem em casa por causa da libertação de fumos tóxicos.

Na manha de domingo, as equipas do exército e da comissão grega de energia atómica utilizaram drones para recolher as primeiras imagens dos destroços do aparelho e alguns bombeiros foram assistidos no hospital devido à inalação de fumos tóxicos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo incidente de turbulência fere 12 pessoas em voo com destino à Irlanda

Milhares de iranianos reuniram-se em Tabriz para se despedirem do presidente Ebraham Raisi

Comandante das Forças Armadas do Quénia morre em acidente de helicóptero