EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

BCE ataca subida da inflação: taxas de juro sobem 0,5%

BCE
BCE Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Pela primeira vez nesta década, o Banco Central Europeu (BCE) anunciou o primeiro aumento das taxas de juro para a zona euro.

PUBLICIDADE

O Banco Central Europeu (BCE) vai aumentar pela primeira vez em 11 anos as taxas de juro. Christine Lagarde, presidente do BCE, anunciou, esta quinta-feira, uma subida de meio ponto percentual (0,5%), com o objetivo de fazer regressar a inflação na zona euro aos 2%, a médio prazo. Em junho, tinha aumentado para os 8,6%.

A medida, que fará subir 50 pontos todas as três principais taxas, - de referência, de depósitos e de desconto - vem desta forma pôr termo às taxas negativas.

O Conselho do BCE aprovou ainda a criação do Instrumento de Proteção da Transmissão (IPT), um programa anti-crise da dívida, para "apoiar a transmissão eficaz da política monetária" e permitir ao "Conselho do BCE cumprir mais eficazmente o seu mandato de manutenção da estabilidade de preços".

O BCE junta-se assim à Reserva Federal dos Estados Unidos e a outros grandes bancos centrais no combate à subida da inflação e desaceleração do crescimento económico, precipitados não só pelas consequências da guerra na Ucrânia, como também pela recente instabilidade política em Itália, à beira de eleições antecipadas.

(Em atualização)

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

BCE deve continuar a subir as taxas de juro

Banco Central Europeu aumenta em 0,75 pontos percentuais as taxas de juro de referência

Taxas de juro no Reino Unido sobem pela sexta vez desde dezembro