This content is not available in your region

Guterres pede taxa sobre lucros "extraordinários" das empresas de gs e petróleo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Secretário-geral da ONU
Secretário-geral da ONU   -   Direitos de autor  AP Photo/Mary Altaffer, Arquivo

O secretário-geral das Nações Unidas apelou esta quarta-feira aos governos para tributarem os lucros das empresas de petróleo e gás. António Guterres disse que "muitos países em desenvolvimento estão a afogar- se em dívidas, sem acesso a financiamento e ainda a lutar para recuperarem da pandemia”.

Para António Guterres, "é imoral que as companhias petrolíferas e de gás obtenham lucros recordes com esta crise energética nas costas das pessoas e comunidades mais pobres e a um custo maciço para o clima”. O secretário-geral da ONU revelou que “os lucros combinados das maiores empresas de energia no primeiro trimestre deste ano estão perto dos 100 mil milhões de dólares”. Guterres apelou a todos os governos para tributarem estes lucros excessivos e para utilizarem os fundos para apoiar as pessoas mais vulneráveis nestes tempos difíceis".

Ao defender uma taxa sobre os lucros "extraordinários", António Guterres disse que “a partir deste momento e até ao final do ano, 345 milhões de pessoas estarão em insegurança alimentar aguda ou em alto risco de insegurança alimentar".