This content is not available in your region

Jogadores ingleses deixam de ajoelhar-se

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Liverpool e Manchester City ainda dobraram um joelho na Supertaça de Inglaterra
Liverpool e Manchester City ainda dobraram um joelho na Supertaça de Inglaterra   -   Direitos de autor  AP Photo/Frank Augstein

Os jogadores da Primeira Liga inglesa vão deixar de se ajoelhar, no início de cada jogo, como forma de protesto contra o racismo.

De acordo com o organismo que rege o futebol anglófono, os capitães das equipas da Premier League aceitaram em recorrer a este gesto de protesto em momentos específicos durante a temporada. O objetivo é amplificar a mensagem, sem que se caia na banalidade.

Assim, os jogadores colocarão os joelhos no relvado na jornada inaugural da época, nas partidas dedicadas ao**"No Room for Racism"** em outubro e março, nos jogos do Boxing Day após o final do Mundial, nos jogos da última jornada da Premier League e nas finais da Taça de Inglaterra e da Taça da Liga.

No comunicado da Premier League o organismo sublinha: "Continuamos resolutamente empenhados em erradicar o preconceito racial, e em criar uma sociedade inclusiva com respeito e igualdade de oportunidades para todos".

O gesto foi inspirado pelo jogador norte-americano, Colin Kaepernick, da NFL - a liga de futebol americano dos Estados Unidos, que decidiu protestar, em silêncio, contra a opressão racial, ajoelhando-se durante o hino nacional do país.